Secretaria de Saúde faz exame em idosa que morreu por problema respiratório no Clériston

Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde está examinando a morte de uma mulher, de 71 de idade, em razão de uma médica, que a atendeu no Hospital Geral Clériston Andrade, ter declarado o caso como suspeita de ser portadora do coronavírus no atestado de óbito da idosa.

“Fizemos coleta de material e estamos providenciando exame pós-morte desta senhora, para eliminar qualquer dúvida”, informa a secretária Denise Mascarenhas.

Segundo ela, o fato de a idosa ter apresentado problema respiratório não é suficiente para um diagnóstico. A suspeita, orienta Denise, é considerada não apenas pelos sintomas do covid-19, muito semelhantes a uma gripe comum, mas por ter feito viagem a áreas de crise dentro ou fora do país ou ter mantido contato com alguém infectado.

As informações são da Secretaria Municipal de Comunicação

PUBLICIDADE